Arquivo do mês: maio 2011

IV Feira do Livro na EACH

Gente, nesse ano a Feira do Livro na EACH-USP acontece do dia 25 ao dia 28 de maio.

Além das várias editoras que oferecem livros com 50% de desconto, há uma programação cultural paralela. (Para saber a programação completa e editoras que confirmaram presença, clique aqui)

Para os interessados em Textil & Moda, as palestras acontecem no primeiro dia do evento (25/05 , quarta-feira que vem):
13:00 – palestra da Prof. Dra. Beatriz Ferreira Pires, com o tema ““Corpo – Objeto de (Re)projeto / Espaço de Interferência”

Às 14:30, palestra com a autora de “Moda e Sociabilidade”, Maria Claudia Bonadio“Mulheres e consumo na São Paulo dos anos 1920”

O evento é aberto para alunos e não alunos da USP, e a entrada é gratuita.
Para facilitar a localização, haverão cartazes com mapa em alguns pontos da EACH e os organizadores serão de fácil identificação.


_______________________________________________________________________________________

A Maria Claudia, bixete de TM, faz parte da Comissão de Organização da Feira do Livro na EACH desse ano, e passou essas informações pra a gente. 🙂


Anúncios

1 comentário

Arquivado em Eventos, Moda, São Paulo, Têxtil, USP

A Arte na Mecânica do Movimento

Oiii pessoas

O Thiago Phelipe e eu estávamos andando pela Av. Paulista um dia desses, quando vi essa imagem:

Na verdade, eu estava em busca de inspiração para um trabalho de Sociologia da Moda que tem como tema o corpo humano, a anatomia (posso falar mais sobre isso depois, quando os trabalhos estiverem prontos), e por isso fomos conferir a exposição.

Acabamos descobrindo que o foco principal da mostra não era exatamente os andróides de aparência humana. O tema é a cidade de Saint Croix , na Suíça, e sua tradição na mecânica de precisão, tanto nas caixas de música quanto nos autômatos (combinação de arte, escultura e mecanismos de movimentação que imitam gestos humanos e fantasiosos).

Gramofone

O trabalho artesanal na madeira, os bonecos automatizados que animam apresentações enquanto as músicas tocam e os mecanismos musicais expostos mostram todo um processo que foi se sofisticando, levando ao desenvolvimento dos autômatos musicais.

Caixa de música

Bonecos automatizados - Os bonecos apresentam um trabalho lindo e detalhados nas vestimentas, retratando bem a moda da época (mesmo nos menores!).

Na parte final da exposição é possível conhecer um pouco do trabalho de François Junod, que aprimorou a técnica dos autômatos de Saint Croix. Ele cria máquinas fascinantes, que imitam movimentos por meio de uma engenhosidade genial. É mais fácil entender vendo:

Universo que mistura técnica e arte, e apesar de não ser diretamente ligada à Moda merece seu espaço aqui no blog, e também a sua visita.

Ah, e as experimentações estéticas e temáticas de Junod são mesmo uma inspiração à parte.

___________________________________________________________________
Galeria de Arte do SESI – Centro Cultural Fiesp-Ruth Cardoso 

Av. Paulista, 1313- Metrô Trianon-Masp

até 26/06/2011

Segunda-feira, das 11h às 20h
Terça a sábado, das 10h às 20h
Domingo, das 10h às 19h

Entrada franca

___________________________________________________________________

Imagens e mais informações: SESI SP

Deixe um comentário

Arquivado em Eventos, São Paulo

Pierre Cardin – revolucionando costumes

Oi gente!

Semana passada nós do Tecendo Idéias fomos conferir uma das expos que indicamos nesse post, a Pierre Cardin – Criando moda, revolucionando costumes, no Shopping Iguatemi. Fiquei surpreso, por que achei que a expo fosse bem menor. Mas não, são 70 looks expostos, de épocas desde o começo da carreira dele (na década de 50), até trabalhos mais recentes, além de acessórios e croquis. A expo ocorre no mesmo espaço no qual foi feito o desfile dele, terça passada (link aqui).

Cardin em 1983

Anotamos as coisas mais relevantes sobre a carreira e os trabalhos dele, e viemos dividir com vocês, tanto para informar como para incentivá-los a visitar a exposição.

► Pierre aprendeu o ofício de corte e costura quando morou em Vichy, aos 17 anos, com um ex-modelista da Chanel.  Depois do fim da 2ª Guerra Mundial, muda-se para Paris e trabalha com Mme. Paquin, Elsa Schiaparelli e Dior.

► Abriu em 1950 sua marca. Foi o primeiro a apostar no prêt-à-porter, quando percebeu que a alta costura estava prestes a perder sua importância no cenário da moda. Foi também o primeiro a fazer prêt-à-porter masculino, revolucionando formas e modelagens.

Tailleur de Cardin da década de 60

► Dentro da moda masculina, foi responsável pela “cardinização” do homem, ou seja, propor silhuetas e comprimentos baseados em seu próprio corpo (ombros mais largos e corpo mais ajustado). Também criou o blazer com fendas, que facilita o acesso ao bolso da calça, sem amarrotar o resto do traje.

Blazer com fendas, que permite colocar as mãos no bolso com mais facilidade.

► Em suas coleções, sempre privilegiava o uso de formas geométricas para compor, especialmente o circulo. Falando de materiais, usou desde os mais clássicos como lã, feltro, malha de jersey, gazar e organza estruturada, como também outros inovadores para a época, como vinil, borracha, metal, entre outros.

Jaqueta em couro dourado e bronzeado, com formas circulares.

►Ainda falando de materiais, foi o criador do Cardine®, um tecido capaz de ser moldado à alta temperatura, permitindo a confecção de roupas sem costuras.

Vestido confeccionado em Cardine®, com relevo de pirâmides moldadas no próprio tecido.

► Outra coisa que achamos interessante foram os croquis dele. Além do desenho e das cores, ele dispôe amostras dos tecidos uma sobre a outra, de modo a visualisar melhor a interação entre as cores e formas que serão utilizadas.

Croquis de Cardin com as amostras de tecido.

É isso. A exposição tem muito mais coisas, que não caberiam aqui. Vale a pena ir conferir!

Pierre Cardin – Criando moda, revolucionando costumes

Shopping Iguatemi
Av. Brigadeiro Faria Lima, 2232, 9º andar.

beijos!

Deixe um comentário

Arquivado em Eventos, história da moda, Moda